logo catedra

A Competência de Escrita: Ensino dos Textos e Aprendizagem da sua Produção

 

Nota de Apresentação

 

José Esteves Rei

Coordenador da Segunda Linha de Investigação da Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa

  

Este trabalho nasce de uma investigação académica no âmbito da primeira realização do Mestrado em Ensino do Português Língua Segunda/ Língua Estrangeira, da Universidade de Cabo Verde (março 2014 – julho 2017), e do projeto de investigação, “Erros e Desvios do Português em Cabo Verde (PCV) e o Português Europeu (PE), em escritas da academia (Uni-CV):identificação e estudo vertical – perspetiva didática”, integrado na Linha 2, “Ensino do Português como Língua Segunda, em Cabo Verde”, da Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa (CET-LP), um Centro de Investigação da mesma Universidade.

 

A escolha do tema, seu plano e desenvolvimento dessa investigação foram da autoria da Mestre Cesária Dias Leite, Professora do Ensino Secundário, empenhada e comprometida com a profissão, partilhando comigo o entusiasmo pelo ensino da Língua Portuguesa, em Cabo Verde e noutros quadrantes, para onde o destino a levou posteriormente. Como outros dos seus Colegas de Mestrado, trouxe para os seminários do Mestrado, do qual sou docente e Diretor, neste momento, as suas preocupações com a insatisfação generalizada a respeito do nível alcançado pelos alunos, no final da escolaridade secundária, em Cabo Verde. Todavia, não se ficou por aí e tentou ir mais longe na compreensão da situação e trazer contributos para a melhoria do estado das coisas. Disso dá testemunho, na “Introdução”:

 

“Incomodando-nos a situação do ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa e conduzida pelas nossas inquietações acumuladas ao longo da nossa experiência profissional, enquanto docente de Língua Portuguesa no Ensino Secundário e cidadã, atenta e empenhada nas questões de interesse coletivo, iniciamos um percurso com esta dissertação, com o intuito de participar no debate sobre a problemática da Língua Portuguesa em Cabo Verde, em geral, e sobre o ensino daescrita, em particular, esperando que os resultados e as conclusões desta dissertação possam contribuir, ainda que de forma modesta, para a sua compreensão.”

 

Mais-valia desta obra é o corpus final de erros e desvios, ao apresentar a forma incorreta seguida por proposta de correção e organizando-os em categorias, manifestadas em exemplos. Estes são tomados de textos autênticos de alunos de vários cursos e diferentes origens geográficas.

 

Antes, no desenvolvimento do trabalho, o erro é objeto de rigoroso estudo, sendo apresentado à luz das suas mais recentes abordagens, avançadas por investigadores de diferentes escolas e países. O mesmo se diga da nova perspetiva no ensino da escrita, ao deslocar-se o centro do ensino do texto – como um produto - para a aprendizagem dos processos da sua produção. Por arrastamento, o foco passa assim do professor e do ensino do texto para o aluno e a aprendizagem da produção textual.

 

Fizemos este percurso juntos, partilhando as dúvidas e congratulando-nos com a descoberta dos caminhos possíveis. Estes ficam agora disponíveis nesta obra, para quem com eles [o professor] possa melhorar as suas práticas letivas e a competência de escrita dos seus alunos.

 


© Cátedra Eugénio Tavares - 2020. Design de Joemidia